Alep: deputados gastam R$ 550 mil em divulgação e gráfica em junho

Entre gastos com divulgação de atividade parlamentar e serviços gráficos e de encadernação, os deputados da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) usaram cerca de R$ 550 mil da verba de ressarcimento em junho. Os dados são do Observatório #NaContaDoDeputado, criado pelo Livre.jor para acompanhar mensalmente o uso de verbas de ressarcimento dos parlamentares paranaenses.

#NaContaDoDeputado: observatório  acompanha uso da verba

1

Somadas as duas rubricas, o valor usado em junho equivale a 30% do total ressarcido aos parlamentares, de R$ 1.854.647,79, maior valor mensal pago neste ano. De janeiro a junho deste ano, os parlamentares paranaenses usaram R$ 9 milhões da verba de ressarcimento.

Verbas de ressarcimento de janeiro a junho de 2016

gstos_2016

Os gastos com serviços de divulgação da atividade parlamentar, de R$ 300 mil, foi o mais alto do mês, ficando à frente de rubricas que durante os meses anteriores ficaram no topo da lista, como Serviços Técnicos Profissionais, R$ 286 mil em junho, e Combustíveis em Geral, R$ 239 mil.

Verbas de ressarcimento por deputado – 10 primeiros em junho de 2016

top_10_junho

Os deputados que mais utilizaram as verbas, na somatória das rubricas, em junho foram Gilberto Ribeiro – R$ 72 mil-, Fernando Scanavaca e Cantora Mara Lima – R$ 59 mil-, Luiz Cláudio Romanelli – R$ 58 mil. Os valores são superiores ao valor de reembolso mensal, de R$ 31.470 mil. Isso porque, conforme determina o regimento da Alep, dentro do ano os parlamentares podem usar menos o recurso em um mês para acumular a verba nos meses posteriores.

Verbas de ressarcimento por rubrica – junho de 2016

rubricas_junho

Mas o que é verba de ressarcimento?

Instituído por meio de resolução em março de 2004, a verba é destinada ao reembolso de despesas com, dentre outros itens: passagens, telefones, correspondência, moradia, refeições, combustível, alugueis e manutenção de escritório e de veículos.

Por mês, com valor atualizado em 2016, cada um dos 54 deputados têm direito a receber o reembolso de R$ 31.470 mil. Se o parlamentar não usar o recurso todo no mês, ele pode somar o saldo ao mês subsequente. Ao final do ano, os saldos são zerados.

Na ponta do lápis, cada deputado ao ano, dentro dos critérios das resoluções, tem o direito de receber ressarcimento de R$ 377.640 mil. Na somatória anual dos 54 deputados, o valor seria de pouco mais de R$ 20 milhões.

E como posso acompanhar o uso desses recursos?

Basta acessar o hotsite do Na Conta do Deputado, e no menu Observatório conferir os gráficos com os recursos por deputado, por mês ou ainda por rubrica de gasto.

item_site_1

É muito fácil e você ainda pode comparar gastos por período ou ainda por parlamentar. Quer saber quanto um deputado foi ressarcido em um determinado mês por gastos com combustível? Clica no nome do deputado, no mês e pronto, você terá a sua informação do gasto total naquele período.

item_site_3

Como são vários os itens que podem ser ressarcidos, buscamos agrupar a série de conteúdos nos grupos: Geral – com a visão macro dos gastos, de quanto foi utilizado e qual os valores que ficaram para os próximos meses; Transporte – os custos com combustível, passagens e locações de veículos; Eventos e alimentação – ressarcimento com gastos em restaurantes e contratação de empresas para eventos; Comunicação – gastos com assinaturas de jornais e outros; Serviços e estadia – gastos com serviços técnicos especializados e custos de diárias de hotéis; e Infraestrutura – pagamento de melhorias de espaços, manutenção de gabinete entre outros.

Se preferir, você ainda pode baixar a base de dados utilizadas para os gráficos para definir cruzamentos próprios. No observatório Na Conta do Deputado deixamos disponível o conteúdo em versão XLS e PDF com as compilações dos ressarcimentos.

Confira lá e acompanhe como o seu dinheiro é utilizado mês a mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 2 =