Alep lança edital de R$ 72 mil para buquês e arranjos de flores

Pedro de Oliveira/Alep

Nesta semana, a Assembleia Legislativa lançou edital em que pretende gastar até R$ 72 mil em flores. Na última coluna do #ComprasDaSemana, quem estava disposta a fechar um contrato de milhares de reais em plantar era a Casa Civil: R$ 59 mil com coroas de flores, buquês de rosas importadas, arranjo de orquídeas e outros tipos de plantar ornamentais. Pra não dizer que não falei das flores, tudo ficará florido no poder público estadual, ao menos é o que aparenta nos Diários Oficiais. E com isso, fechamos mais uma #ComprasDaSemana, com algumas publicações e licitações curiosas. Ressaltamos que não há aqui qualquer apontamento ou indicação de suspeita de irregularidade nestes gastos, apenas resolvemos agrupar as compras pitorescas, que se destacam nas páginas dos editais públicos.

flores

Flores para a Alep – A Assembleia Legislativa do Paraná pretende gastar até R$ 72 mil em “contratação de floricultura para fornecimento de ornamentos”. É o que aponta o edital de pregão presencial nº 038/2016, publicado no Diário Oficial da Alep desta terça-feira (11).

Buquês de rosas, de flores do campo, vasos de lírios e orquídeas, arranjos de suculentas, de antúrios e até vasos com pimenteiras estão na lista de flores e plantar ornamentais a serem adquiridas pelo contrato.

Os valores unitários variam de R$ 30,67 para um vaso de 12cm por 15cm de suculenta plantada fresca até R$ 740,00 num arranjo de mesa de 2 metros por 90cm, com mínimo de 230 hastes de flores e folhagens nobres de antúrio, lírio, altroemeria, gérbera e boca-de-leão. Confira o edital no site da Alep ou no Diário Oficial da Assembleia.

Seja milionário ou descubra quem é o assassino – Basicamente esses são os objetivos dos jogos de tabuleiros especificados no edital publicado pela Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju). O edital foi publicado no Diário Oficial da Indústria desta quinta-feira (13).

Ao custo máximo de R$ 24.934,00, o edital é para a contratação de empresa para fornecer jogos recreativos para atendimento das unidades dos Centros de Socioeducação da SEJU. Segundo as especificações do edital, serão 260 unidades de dois tipos de jogos de tabuleiros, o Jogo da Vida e o Jogo Detetive.

Ambos os jogos são do mesmo fabricante, a Estrela. Segundo a fabricante, o Jogo Detetive tem por objetivo “desvendar o responsável pela misteriosa morte do Sr. Carlos Fortuna. Para isso, os jogadores terão que dar palpites sobre o local, arma e o responsável por este crime”, já o Jogo da Vida é uma “simulação da vida real”, no pelo qual o jogador pode te ruma profissão e “de médico a artista, você deve estar preparado para momentos de sorte e azar. Trilhe o seu caminho em busca do sucesso! Desenvolva a sua carreira, ganhe dinheiro, case e tenha filhos”.

Trocar as cortinas do TCE – ao custo máximo de R$ 103.118,25 o Tribunal de Contas do Estado pretende renovar as cortinas das unidades administrativas da instituição.

Segundo o edital do pregão eletrônico 25/2016, serão 117 itens, que vão desde R$ 7,05 unitário para travas de terminais de trilho até R$ 9.813,60 em “Xales com pregas macho e barra de 0,30 m de altura, tecido decorativo sobreposto à cortina com dobra de acabamento costurado na parte inferior da peça” para o gabinete do presidente. O edital com as especificações dos materiais e valores podem ser conferidos no site do TCE-PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =