Assembleia cancela edital com preço de pendrive até 40 vezes acima do de mercado

Após publicação do Livre.jor sobre o caso, a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) cancelou o edital que previa, dentre outras compras, a de pendrive de 8gb com preço que poderia chegar a até 40 vezes mais que os de equipamentos similares na internet.

Pelo edital, lançado pela Alep no último dia 24 de fevereiro, cada pendrive poderia chegar ao custo de R$ 415,19 por unidade. Uma pesquisa na internet, no entanto, revela uma variação de preço que vai de R$ 10 a R$ 20 cada pendrive. A compra, pela licitação da Alep, seria para para dez unidades, ao custo máximo de R$ 4.151,90.

O cancelamento foi informado em nota da assessoria de imprensa da Alep, publicada nesta sexta-feira (3), às 16h40, quatro horas após a publicação no site do Livre.jor. Segundo a nota da Alep, o cancelamento do edital, cuja abertura estava prevista para o dia 13 de fevereiro, se deu em “função de equívocos nos preços da planilha”.

O objetivo do edital era “escolha da proposta mais vantajosa para o Registro de Preços para eventual aquisição de equipamentos, periféricos e peças em geral para a Tecnologia da Informação”. A licitação previa a cotação de 41 tipos de equipamentos com teto de R$ 225.327,80.

Antes de publicar a comparação dos preços, o Livre.jor fez pedido de informação à Alep questionando a diferença dos preços e solicitando a lista das cotações que deram origem aos tetos dos valores do edital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + dezessete =