Campanha mal começou no Paraná e tem candidato que já arrecadou 73% do que pode gastar

Duas semanas depois da largada da propaganda eleitoral, liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no último dia 16 de agosto, e já tem candidato que conseguiu arrecadar cerca de três quartos do que pode gastar na campanha no primeiro turno ao governo paranaense. De acordo com dados do tribunal atualizados nesta quinta-feira (30), Cida Borghetti (PP) já recebeu de verba R$ 6,6 milhões para gastar na campanha. O valor equivale a 73% do limite de gastos para o cargo almejado no primeiro turno nestas eleições., de R$ 9,1 milhões.

Segundo a prestação prévia de contas da candidata à justiça eleitoral, 99,8% do valor recebido veio da direção nacional do partido. Os outros menos de 1% do recurso já arrecadado, exatos R$ 10 mil, vieram de doações de pessoas físicas.

Na sequência entre as maiores arrecadações registradas até o momento está o candidato do PSD, Ratinho Júnior, que já conseguiu reunir pouco mais de R$ 2,5 milhões. Desta verba, R$ 2 milhões foram do diretório estadual do partido, cerca de R$ 40 mil vieram de doações de pessoas físicas e R$ 500 mil, aproximadamente 20% do arrecadado até agora, é proveniente de recursos próprios.

Em terceiro colocado dentre as maiores arrecadações até o momento está o emedebista João Arruda, com pouco mais de R$ 2 milhões em caixa. É o único a ter a verba recebida tanto de diretório nacional quanto estadual do partido.

Com parcos dez mil em caixa, Jorde Bernardi (Rede) fica entre os menos bolos de recurso até agora declarados para a justiça eleitoral. O valor foi investido pelo próprio candidato na campanha ao executivo estadual. Os demais candidatos ao governo do Paraná não apresentaram recursos recebidos ou não enviaram ainda prestações de contas ao tribunal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =