Checadas, só um terço das frases dos candidatos ao governo do Paraná foram verdadeiras

Desde o dia 13 de agosto, no Paraná, jornalistas contratados pela Agência Pública debruçam-se sobre as frases dos candidatos que disputam o governo do Estado. Até agora foram publicadas 22 checagens, das quais apenas 7 foram consideradas verdadeiras (35%). Elas foram ditas por Ratinho Júnior (PSD), Cida Borghetti (PP), João Arruda (MDB) e Doutor Rosinha (PT), mais bem pontuados nas pesquisas de intenção de voto. Apenas três foram classificadas como falsas (14%). Outras 12 (51%), imprecisas, mostram quanto os políticos andam descuidados.

A maior parte das declarações imprecisas foram exageros. Ratinho Júnior praticamente dobrou o número de pessoas que passam fome no mundo para justificar que o Paraná aposte suas fichas concentrando a atividade econômica na produção de alimentos. Cida Borghetti inflou o impacto da criação da Divisão Anticorrupção no aumento das denúncias, sendo que já havia viés de alta nas queixas. Para criticar o ex-governador Beto Richa (PSDB), João Arruda disse que Requião (MDB) deixou o Hospital Regional de Telêmaco Borba 95% pronto – medição contestada por equipe técnica. Doutor Rosinha falou que metade dos estudantes abandonam o ensino médio, mas a evasão é de 11%.

Nessa lista tem também falas sem contexto, subestimadas, discutíveis (metodologias contraditórias) e impossíveis de provar. As checagens, que integram o projeto Truco nos Estados, podem ser replicadas gratuitamente pelos veículos de comunicação interessados. Quem seleciona quais afirmações passarão por análise são jornalistas da agência de notícias curitibana Livre.jor – especializada em lidar com dados públicos e documentos de governos. A equipe neste projeto é composta por Rafael Moro Martins, Alexsandro Ribeiro, José Lázaro Jr. e Camila Abrão.

É a terceira eleição na qual a Agência Pública acompanha a disputa fazendo checagem de falas de candidatos e de boatos. Além do Paraná, equipes fazem fact-checking em São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Ceará e Pará. Ao todo, são 30 jornalistas. Desde o ano passado o projeto Truco é certificado pela International Fact Checking Network, rede organizada pelo Instituto Poynter, dos Estados Unidos, que reúne os principais sites de fact-checking do mundo.

Você pode acompanhar a publicação diária de checagens no site http://apublica.org/trucoPR. Em setembro, a equipe vai estender a checagem aos demais candidatos que disputam o pleito no Paraná. São selecionadas frases que contenham informações passíveis de confirmação e que tenham flagrante interesse público, de forma a contribuir para a qualificação do debate entre a população durante o período eleitoral. Soube de boatos, de fake news? Encaminhe por whatsapp para (41) 9246-6710 que o Livre.jor vai checar.

Confira todas as checagens publicadas no mês de agosto>>>

Ratinho Júnior:
Ratinho Júnior exagera ao afirmar que 45% das cidades ainda têm lixões no Paraná
Ratinho exagera ao comparar IDH do Paraná ao do Nordeste do Brasil
Ratinho Júnior diz que seu suplente votou contra ajuste fiscal. Não é verdade
Ratinho Júnior acertou: contribuintes pagam residências oficiais. Mesmo que ninguém as use
Ao falar da agricultura, Ratinho Júnior exagera dados sobre a fome no mundo

Cida Borghetti:
Paraná teve em 2018 menor número de homicídios em onze anos? É verdade!
Cida exagera ao ligar aumento de denúncias à criação de força-tarefa anticorrupção
Falta contexto quando Cida Borghetti afirma que Paraná tem pedágio mais caro do Brasil
Cida Borghetti diz que porto administrado por seu governo é o “mais eficiente”, mas não comprova
Cida Borghetti usa dado aleatório para dimensionar o agronegócio no Paraná
Cida de fato extinguiu cargos políticos. Mas faltou contextualizar que era ordem judicial

João Arruda:
Brasil pouco sabe da reincidência criminal, Arruda. Logo, opinar sobre o Paraná é “achismo”
Arruda acerta ao falar sobre déficit da previdência pública no Paraná
Portal da transparência desligado? Não, Arruda! Está no ar – ainda que com problemas
Arruda acerta ao apontar acordo de reajuste da água pelos próximos seis anos
Arruda exagera ao falar de hospital atrasado do governo do Paraná
É impossível comprovar que curitibanos deixaram de frequentar os parques por medo, como disse João Arruda

Doutor Rosinha:
Com 17 mil perícias atrasadas, polícia vive crise pior do que disse Doutor Rosinha
Mais de 60 mil estupros ocorreram em 2017. Infelizmente, Dr. Rosinha está certo
Doutor Rosinha usa dados desatualizados sobre mortalidade materna no Paraná
Doutor Rosinha exagera ao dizer que metade dos estudantes abandonam estudos no ensino médio
Doutor Rosinha acerta participação das ferrovias nas cargas do Porto de Paranaguá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =