Com R$ 100 mil, Copel ajuda “bancar” shows de Roberto Carlos


Rei da música brasileira e líder em vendas de ingressos neste ano, Roberto Carlos recebeu apoio de R$ 100 mil da Copel para realizar três shows no Paraná. Aí estão as duas apresentações dele em Curitiba no final de semana passado e a performance do ídolo do “iê-iê-iê” em Ponta Grossa, no próximo dia 15 de dezembro. É o que a “participação” da Copel ajudou a pagar.

O apoio consta no Diário Oficial da Indústria desta terça-feira (5). O edital de inexigibilidade – divulgado quando um órgão pública julga que não precisa fazer licitação para gastar seu dinheiro – foi publicado pela Copel Telecomunicações (o braço da estatal paranaense no setor de internet em alta velocidade).

Via Lei de Acesso à Informação, o Livre.jor solicitou à estatal o memorando “CTE/DMKT nº 103/2017”, indicado na “justificativa de inexibilidade”  para a “participação da Copel Telecomunicação nos shows do Roberto Carlos”.

E com essa “brasa, mora”, abrimos mais um #ComprasDaSemana, desta vez com dois editais compilados. Veja abaixo mais uma compra pública selecionada nos Diários Oficiais.

R$ 58 mil em coffee-break para a Cohapar – em vista da realização de “diversos eventos ao longo do ano”, a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) lançou edital para contratação de serviços de “coffee-break simples e de boa qualidade”, para “proporcionar um melhor aproveitamento, absorção e discussão dos assuntos tratados” em reuniões, palestras e capacitações da empresa. O custo do edital pode chegar a R$ 58.520,00. A estimativa de consumo é de duas mil refeições, ao valor unitário de até R$ 29,26.

O edital é por registro de preço, com isso, não há obrigatoriedade da Cohapar em comprar o total cotado. Cada refeição, segundo o documento da licitação, deve conter: dois tipos de sucos, pão de queijo, dois tipos de sanduíches, dois tipos de salgados, um tipo de bolo, dois tipos de doces, além de utensílios descartáveis, guardanapos e toalhas.

Na proposta, afirma a Cohapar, além do fornecimento de alimentação estão incluídos “os serviços relativos à preparação, acondicionamento, embalagens, descartáveis, transporte (delivery), talheres, guardanapos, açúcar, adoçante, mexedores, toalhas, bem como pessoal especializado para montagem das mesas”. Clique aqui e confira no Diário Oficial o extrato do edital de licitação.

#comprasdasemana
Seguimos a empreitada, aqui no Livre.jor – totalmente inspirada pelo Contas Abertas – de vasculhar editais e diários oficiais para registro das compras mais inusitadas, despropositadas e divertidas dos poderes públicos paranaenses. Ressaltamos que não há aqui qualquer apontamento ou indicação de suspeita de irregularidade nestes gastos, apenas resolvemos agrupar as compras pitorescas, que se destacam nas páginas dos editais públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =