Compra de pilhas e carregadores pode custar R$ 82 mil ao Tribunal de Justiça

Está aberto para acolhimento de propostas desde o último dia 8 de junho o edital do Tribunal de Justiça para aquisição de 4,7 mil pilhas alcalinas e recarregáveis e de 500 carregadores. De acordo com o edital, disponível no site da instituição, a compra pode chegar a R$ 82,5 mil para todos os materiais. Pouco mais da metade, R$ 42,9 mil, seriam apena para a compra dos 500 carregadores para pilhas AA e AAA.

Pelo documento da licitação, a compra atende a “reposição dos estoques regulares para pronto atendimento de pedidos emergenciais, excepcionais e eventuais recebidos pela Divisão de Administração de Materiais, visando atender aos diversos setores deste Tribunal de Justiça, bem como o atendimento das demandas existentes”.

Ainda pelo documento, a justificativa da quantidade, exatas 4,7 mil pilhas, “se dá pelo aumento na aquisição de bens eletroeletrônicos que fazem uso dos itens objeto deste”, bem como pela revogação do pregão eletrônico 37 de 2015, que previa a compra de 4,5 mil pilhas alcalinas e renováveis.

Em pedido de informação enviado ao Tribunal de Justiça (TJ-PR) o Livre.jor questionou quais os tipos e quantidades de eletrônicos adquiridos pelo órgão nos últimos anos para a justificativa das pilhas. Confira abaixo mais duas compras públicas nesta edição do #ComprasDaSemana.

Controle de pragas custará R$ 110 mil – o Detran contratou empresa para controle de pragas nos pátios de oito unidades do órgão no Paraná, num total de 9.230 m². O custo do contrato é de R$110.771,28, ou seja, pouco mais de R$ 10 por metro quadrado ao ano. O acordo é decorrente do pregão presencial 1/2017 cujo valor máximo era de R$ 135 mil para contratação de empresa “especializada na prestação de serviços de controle, monitoramento e erradicação de pragas urbanas e vetores”. Ainda de acordo com o edital, a empresa também deverá “verificar a existência de criadouros do mosquito da dengue e identificar possíveis focos para o devido tratamento”.

O serviço, para o contrato anual, terá periodicidade mensal, sempre na primeira quinzena de cada mês. A empresa contratada é a Rhyzopest Controle de Pragas. Os pátios a serem vistoriados estão nos municípios de Barracão (1.165,9 m²), Francisco Beltrão (2.925m²), Guarapuava (1.795m²), Pato Branco (665,04m²), Prudentópolis (960m²), Quedas do Iguaçu (770m²), Realeza (560m²) e Sant Izabel do Oeste (390m²).

R$ 16,5 mil em TVs para tomada de decisões da governadoria – a Celepar, empresa pública paranaense de tecnologia da informação, homologou a compra de três televisores LED de 60 polegadas full HD com suportes tipo vesa. Os equipamentos, adquiridos ao custo total de R$ 16,5 mil, ou seja, R$ 5,5 mil por aparelho, são necessária devido ao aumento “de informações governamentais disponíveis da Rede Corporativa”.

Pela justificativa emitida pela gerência de logística da Celepar, esse aumento de dados faz com que algumas salas da governadoria tenham que ter tv’s que receberão as informações “em tempo real para tomadas de decisões”. Para “preservar a economia de escala, evitando-se gastos com entrega” os equipamentos, segundo indicação do edital, não serão entregues parceladamente. Confira o edital com as especificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =