Cota parlamentar no Paraná bancou R$ 9 milhões em combustível em três anos

Os deputados paranaenses gastaram cerca de R$ 9 milhões da cota parlamentar para pagar combustível. A quantia integra os R$ 57,4 milhões pagos pela Assembleia Legislativa aos parlamentares a título de verba de ressarcimento.

Os dados, divulgados mensalmente pela Alep, alimentam o observatório Na Conta do Deputado, mantido pelo Livre.jor para acompanhamento do uso da verba parlamentar. A base de informação conta com dados de janeiro de 2015 (início da legislatura) a janeiro deste ano, último mês divulgado até o momento.

Nesta primeira atualização de 2018, a somatória da verba ressarcida aos deputados foi de R$ 1,1 milhão em janeiro. As rubricas que mais concentraram os custos decorrentes do exercício parlamentar foi locação de veículos, com R$ 222 mil, serviços técnicos profissionais, com R$ 182 mil, seguido de gastos com combustível, com R$ 175 mil da cota paga neste mês.

Por mês, cada deputado, segundo regimento da casa, tem direito a ser ressarcido em até R$ 31,4 mil com gastos referentes à atividade parlamentar. Está fora do cálculo do salário e da verba de gabinete do deputado. O recurso não gasto no mês corrente acumula-se ao próximo e a conta zera com a virada do ano.

Clique aqui e confira os dados no observatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − quatro =