Depois do painel de votação, Alep lança edital de R$ 458 mil para sistema de redes no plenário

O cancelamento do edital para a aquisição de sistema para “compor uma solução completa de gestão de atividades” da Alep em julho passado, que teria custado até R$ 2,3 milhões, não tem impedido a Assembleia de promover uma reforma no sistema atual. Somente neste ano, dois editais lançados recentemente pela casa, ao custo máximo de R$ 1,1 milhão, têm por objetivo a modernização do sistema de voto da Alep.

Um deles é o edital para a troca do sistema de cabeamento de rede de dados e implantar rede sem fio no plenário. O custo máximo previsto é de R$ 458 mil, e a abertura para ofertas será nesta quinta-feira (23).

Segundo o edital, que também prevê aquisição de acessórios e nobreak para o sistema, o custo maior será para a instalação de pontos de rede de dados, 107 pontos ao custo unitário de R$ 1.893,45, ou seja, um total de R$ 202.599,15. Todos os pontos convergirão “para o ponto de concentração na sala de operações do Plenário, onde deverá ser também instalado o rack de equipamentos”.

Doze desses pontos serão para o painel de votação, e aí chegamos o segundo edital do sistema em substituição na casa. Em fevereiro passado, a Alep lançou edital para compra de painel tipo VideoWall Multimídia. O equipamento, que substituirá o antigo painel de votação, será composto por mais de trinta telas de 46 polegadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =