Desde 2006, Paraná fechou 41,7% dos meses no vermelho

Com os dados que estão disponíveis no Portal da Transparência do Governo do Paraná, é possível aferir que nos últimos 108 meses, ou seja, desde janeiro de 2006, o governo do estado gastou mais que arrecadou em 45 meses. Em 59 meses, o equivalente a 54,6% do total, o estado fechou a conta mensal no azul. Em quatro, foi gasto valor equivalente ao da receita.

Dividindo esta conta entre os chefes do Poder Executivo, percebe-se que de 2006 a 2010, na gestão Roberto Requião / Orlando Pessuti, foram 60 meses. Neste período, os pemedebistas fecharam 61,7% dos meses com superávit e em 33,3% tiveram déficit, nos outros 5%, receitas e despesas foram equivalentes.

Nos 48 meses da gestão de Beto Richa, o caixa do estado fechou no vermelho em 52,1% dos meses, no azul em 45,8% e em 2,1% receitas e despesas foram iguais.

É curioso analisar o comportamento dos meses de janeiro e fevereiro. Dos nove anos analisados, em sete, o mês de janeiro foi deficitário; já o mês de fevereiro registrou superávit em todos os anos entre 2006 e 2014.

É importante apontar que analisando mês a mês não é possível dizer qual foi o saldo de caixa anual, já que o superávit de um mês pode compensar o déficit de diversos meses. Mas, para facilitar a vida de todo mundo, estes dados serão apresentados em breve aqui no Livre.jor.

Os gráficos que cruzam despesa x receita mensalmente, estão disponíveis aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + quinze =