Edital da Câmara Federal prevê compra de R$ 704 mil em poltronas

A Câmara dos Deputados pretende comprar até 900 poltronas fixas e giratórias para “substituir poltronas existentes com mais de 10 anos de uso”. Segundo o edital, publicado no portal da transparência do Legislativo federal, o teto da licitação pode alcançar a quantia de R$ 704 mil.

De acordo como o documento do leilão, previsto para 24 de outubro, a compra das poltronas será dividida em cinco lotes,  para equipamentos com características diferentes. O maior lote, de 603 unidades, será para poltronas giratórias com braços, ao custo unitário de até R$ 817,53.

O edital também aponta compra de 100 poltronas giratórias sem braços, cujo preço unitário pode chegar a R$ 801,17. Já o custo da poltrona fixa, cujo lote é de 100 unidades, pode chegar a R$ 516,99. O revestimento das poltronas varia de vinil a couro ecológico, que podem ser entregues em cores ocres, preta ou branca.

Este é o segundo edital da Câmara para compra de grande volume de poltronas giratórias e fixas nos últimos dois anos. Em 2016, um edital previa a aquisição de cerca de 3,3 mil poltronas.  À época o teto era de R$ 3,1 milhões pela compra dos materiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − oito =