Em seis meses, deputados gastaram R$ 8,8 milhões da cota parlamentar

Entre janeiro e junho deste ano, os deputados da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) gastaram R$ 8,8 milhões referente a cota parlamentar. Em junho passado, de acordo com última divulgação no portal da transparência da Alep, o uso da verba foi de R$ 1,4 milhão. Os dados, atualizados no dia 28 de julho, podem ser acessados no observatório Na Conta do Deputado, criado pelo Livre.jor para acompanhamento do uso da verba de ressarcimento.

Segundo o regimento da casa, cada parlamentar tem direito a receber ressarcimento por custos de atividade parlamentar. A cota mensal é de pouco mais de R$ 31 mil. Porém, caso o deputado não gaste no mês corrente o total da verba, o valor remanescente é acumulado aos dos demais meses para uso posterior durante o ano.

A maior parte da cota parlamentar é utilizada para cobrir gastos com combustível, locação de veículos, serviços técnicos e divulgação de atividade parlamentar. Ao longo de seis meses de atividades na casa neste ano, juntas as quatro rubricas consumiram mais da metade da verba utilizada em 2017, ou seja, R$ 4,7 milhões.

No semestre, gastos com combustíveis atingiram o valor de R$ 1,4 milhão, locação de veículos custou R$ 1,2 milhão, serviços técnicos profissionais ocuparam R$ 1,1 milhão da verba de cota, e serviços de divulgação de atividade parlamentar foi a rubrica responsável pelo uso de R$ 846 mil no período.

Quer saber como cada deputado utilizou a verba de cota parlamentar desde 2015, início da atual legislatura? Então acesse o observatório Na Conta do Deputado e confira. Lá você poderá comparar gastos por rubrica, mês a mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 3 =