Entrega de medalhas vai custar R$ 114 mil aos cofres do estado

A locação da infraestrutura e sonorização da cerimônia de entrega da comenda da Ordem Estadual do Pinheiro, no dia 19 de dezembro, custará R$ 73 mil. O resultado da licitação realizada pelo cerimonial da Casa Civil foi publicado no Diário Oficial da Indústria desta quinta-feira (23). Este, no entanto, não é a única licitação realizada pelo governo para o evento. 

Em outubro passado divulgamos aqui no #ComprasDaSemana o lançamento da licitação. No edital inicial, o governo estava disposto a gastar até R$ 113 mil com o espaço do evento. A licitação foi dividida em seis lotes. A maior parte do valor, R$ 46 mil, é para custear a locação de quatro tendas de 50 metros, além de tecidos e estruturas metálicas para a montagem do espaço do evento. Na sequência em preço estão os lotes de sistema de iluminação e cadeiras, que custarão R$ 16,8 mil. Os lotes de gerador de energia e locação de notebook com teleprompter foi licitado com valor de R$ 9 mil. Por fim, o último lote, de biombos, custará R$ 1,8 mil.

Além da licitação de infraestrutura, o governo já licitou o coquetel, contratado por R$ 5,9 mil. A duração do coffee break será de até 3 horas, e contará com um total de 200 convidados. Pelo edital, o menu contará com refrigerantes, sucos de uva, laranja e abacaxi, chá de capim cidreira e café com leite. Na lista de salgados indica-se sanduíches com pão de croissant com blanquet de peru e queijo branco, tomate seco com rúcula e pastrami com queijo gruyere e molho pesto.

Em agosto, o cerimonial da Casa Civil garantiu a compra das medalhas. O custo da aquisição das comendas foi de R$ 34,4 mil, segundo dados do portal da transparência. A licitação, divulgada aqui no Livre.jor, foi para a compra de 30 medalhas classe Grã-Cruz, 40 para a de Grande Oficial e 46 para a de Comendador. Para cada item de premiação o edital previa ainda a compra da própria comenda em metal, mais a fita ara acabamento, uma passadeira para a premiação e um estojo para a comenda e passadeira

No dia 19 de dezembro, data em que o Paraná comemora sua emancipação política, o governador realizará a entrega anual das comendas da Ordem do Pinheiro, premiação é oferecida às figuras consideradas pelo governo como importantes para o estado. A julgar apenas pelas três licitações encerradas, o custo da premiação será de no mínimo R$ 114.312,32. Com o espírito de premiação e eventos cerimoniais, seguimos o #ComprasDaSemana com mais dois editais.

Até R$ 7,76 por broche de Curitiba – 500 unidades de broches de metal com o brasão da prefeitura de Curitiba. Este é o objeto do edital lançado pela secretaria municipal de governo, cujo teto pode chegar a R$ 3,8 mil. Pela licitação, cada broche pode chegar a R$ 7,76.

No documento publicado pelo executivo municipal, a justificativa é de a compra se dá em “virtude dos trabalhos desenvolvidos pelo Cerimonial, junto ao Gabinete do Prefeito, em atendimento às autoridades representantes de organizações e delegações nacionais e internacionais”.

As unidades a serem compradas, afirma a prefeitura no edital, serão usados como “como protocolos diplomáticos, visando a hospitalidade e a troca de experiências da nossa Administração”.

Troféu e poltrona para evento da Jucepar – duas dispensas de licitação foram publicadas pela Junta Comercial (Jucepar) no Diário Oficial da Indústria na quarta-feira (22), ambas para evento de comemoração dos 125 da junta.

Um deles é para a compra de uma centena de troféus da Jucepar para “homenagens às empresas pioneiras em atividade” junto à instituição. O custo das honrarias será de 4 mil o lote. Outro edital, vencido por R$ 900, é para a contratação de “serviços de locação de 15 poltronas fixas modelo tulipa para o evento dos 125 anos da Jucepar”. Clique aqui e confira os extratos de publicação no Diário Oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =