Governo Cida: apenas 25% dos homenageados com a Ordem do Pinheiro são mulheres

Das 80 autoridades e notáveis que serão homenageados no Paraná, no próximo dia 19 de dezembro, com a medalha da Ordem do Pinheiro, apenas 20 são mulheres. A lista com os nomes foi publicada na segunda-feira (10) em Diário Oficial. Esta será a primeira vez que a governadora Cida Borghetti (PP) concederá a homenagem, após assumir o governo em abril deste ano, sendo a primeira mulher a comandar o Executivo estadual.

Dentre as mulheres a serem homenageadas com a mais alta condecoração do Paraná estão a diretora da Unidade de Jornais do GRPCOM, Ana Amélia Filizola; a jornalista e deputada federal eleita por São Paulo Joice Hasselmann (PSL); a jornalista Margarita Sansone, mulher do prefeito de Curitiba, Rafael Greca; e a diretora-geral do Procon-PR, Cláudia Silvano.

Instituída na década de 1970, por meio do decreto 2877/72, pelo então governador Pedro Viriato Parigot de Souza, a Ordem Estadual do Pinheiro “tem a finalidade de agraciar brasileiros e estrangeiros, civis e militares, que tenham se distinguido pela notoriedade do saber ou por serviços relevantes prestados ao Estado do Paraná, bem como em âmbito nacional”.

Desde que foi criada, contando com a homenagem a ser realizada no dia 19 de dezembro, cerca de 100 mulheres foram receberam a comenda. O número representa menos de 15% do total de 695 personalidades agraciadas com a medalha ao longo de 48 anos de existência da Ordem do Pinheiro.

Na lista dos governadores que mais reconheceram mulheres dentre os homenageados, o ex-governador e atual senador, Roberto Requião (MDB), é quem lidera o ranking. Ele concedeu a medalha mais da metade das vezes às mulheres. De 42 nomeações para a Ordem feitas por Requião, 23 foram para mulheres.

Na sequência, em termos proporcionais, vem o ex-governador Mário Pereira, que governou o estado entre 1994 e 1995, com 50% de indicação dos homenageados para mulheres; e José Richa, governador entre 1983 e 1986, que destinou 33% para as mulheres.

Na lista, Cida Borghetti aparece em quarto lugar, com indicação de 25% de mulheres dentre os homenageados com a Ordem do Pinheiro. Beto Richa (PSDB) foi quem mais concedeu medalhas em termos absolutos, quase 50% de todas as homenagens feitas desde a criação da Ordem. De 344 medalhas concedidas pelo tucano, apenas 39 foram para mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − um =