Governo pode gastar R$ 113 mil para estrutura em evento de entrega de medalhas

Foto: Arnaldo Alves / AEN
O governador Beto Richa condecora com a Ordem do Pinheiro, a mais alta honraria do Estado, a 37 personalidades que se destacam em suas profissões e atuação pública, contribuindo para o desenvolvimento do Estado. Participou da solenidade, Chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, secretários de Estado, presidentes dos Tribuais de Contas e de Justiça, presidente da Assembleia Legislativa, entre outras autoridades. N/F: governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Curitiba, 19-12-16. Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

No dia 19 de dezembro, data em que o Paraná comemora sua emancipação política, o governador realizará a entrega anual das comendas da Ordem do Pinheiro, premiação é oferecida a figuras consideradas pelo governo como importantes para o estado. A locação do espaço, cadeiras e demais itens de infraestrutura para a cerimônia pode custar até R$ 113 mil para os cofres públicos.

O edital para licitação foi publicado pela Coordenadoria do Cerimonial e Relações da Casa Civil no Diário Oficial desta segunda-feira (30). Na semana passada, divulgamos no #ComprasDaSemana o contrato de R$ 5.950,00 para o coquetel que será oferecido para cerca de 200 convidados.

Em julho publicamos também no #Compras outro edital para a mesma cerimônia, para a compra das “comendas” que serão entregues aos homenageados. As 116 medalhas, conforme ata da licitação, foram compradas pelo governo pelo custo de R$ 34,4 mil. Com isso, entre coquetel, comendas e estrutura, a cerimônia para a entrega das medalhas pode chegar a R$ 152.950,00 para os paranaenses.

Em anos anteriores, ainda na gestão do governador Beto Richa (PSDB), estão entre os homenageados pela comenda da Ordem do Pinheiro o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, o ministro da saúde, Ricardo Barros, o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo, João Dória Júnior, o senador e ex-governador Álvaro Dias e as duplas sertanejas Chitãozinho e Xororó e Zezé di Camargo e Luciano.

No atual edital, para contratação de infraestrutura do evento, o governo prevê a locação de quatro pavilhões de 50 metros de comprimento ao custo de até R$ 45 mil; teleprompter e notebook para operação ao custo de até R$ 6,8 mil; sistema de iluminação de até R$ 7,5 mil, palco de até R$ 13 mil e sonorização de até R$ 12,5 mil, dentre outros itens. Clique aqui e confira o extrato de publicação do edital no Diário Oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =