Governo vai gastar 73 mil em cerimônia da Ordem do Pinheiro

Jonas Oliveira/AEN

A cerimônia da entrega das medalhas da Ordem do Pinheiro deverá custar aos cofres do estado R$ 73 mil. Os valores, referente aos gastos com locação do palco, iluminação, mobiliário, sonorização, gerador e coffee break, bem como os números dos contratos constam no Diário Oficial da Indústria n.º 9825.

No custo não está contabilizada a confecção das medalhas, que devem ser entregues pelo governador Beto Richa, durante as festividades em comemoração a emancipação política do Paraná, no dia 19 de dezembro.

Instituída na década de 1970, por meio do decreto 2877/72, pelo então governador Pedro Viriato Parigot de Souza, e posteriormente alterada pelo atual governador em 2012, a Ordem Estadual do Pinheiro “tem a finalidade de agraciar brasileiros e estrangeiros, civis e militares, que tenham se distinguido pela notoriedade do saber ou por serviços relevantes prestados ao Estado do Paraná, bem como em âmbito nacional”.

De acordo com o resumo dos contatos, publicado no Diário Oficial, o governo gastará R$ 7,4 mil com iluminação; R$ 34 mil com estrutura, palco e cobertura; R$ 16,8 com mobiliário e sonorização e R$ 4 mil com gerador.

O coffee break ainda está em licitação pelo edital 1592/2016 da Casa Civil, cujo valor máximo será de R$ 11 mil. De acordo com o edital, as bebidas do coquetel serão refrigerante, suco natural de uva bordô com alecrim, chá de hibisco gelado com hortelã e café de primeira linha com selo de qualidade.

Aos convidados, cerca de 200, segundo o edital, será servido mini sanduíches de blanquet de peru, de tomate seco, rúcula e mussarela e de pastrami com queijo gruyere, mini pasteis assados de frango com catupiry, empadas de palmito, bolo de laranja e mini carolinas de brigadeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezessete =