Lista da UFPR mantém brasileiros entre os mais emprestados pela Biblioteca Pública

Livre.jor

Autores brasileiros ficariam de fora da lista de obras mais emprestadas pela Biblioteca Pública do Paraná (BPP) não fossem as indicações de títulos de obras nacionais do vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

No top 20 de empréstimos da Biblioteca Pública entre janeiro e maio deste ano, das 28 obras literárias – algumas tiveram mesmo número de empréstimos – apenas cinco autores brasileiros estão na lista, todos indicados como leitura obrigatória do vestibular 2016/17 da UFPR.

Os quatro primeiros colocados são obras nacionais. Com 197 empréstimos nos cinco primeiros meses do ano está Carlos Drummond de Andrade, com o livro Claro Enigma, seguido de Martins Pena, com 181 empréstimos do Os dois ou o inglês maquinista; Ana Miranda, com 158 empréstimos de A última quimera, e de José Lins do Rego, com 154 empréstimos do Fogo Morto. Machado de Assis viria em 12.º da lista, com Várias Histórias, emprestado 58 vezes neste ano.

top_20

Na ponta do lápis a média de empréstimo de cada obra supera os dias do ano. Isso se deve a quantidade de exemplares de cada título para atender a demanda. No final das contas, as 28 obras totalizam 2.076 empréstimos, apenas 3% do total de acervo emprestado neste ano, 67.176 exemplares.

Ano passado, apesar de se restringir ainda a lista da UFPR, as obras nacionais ocuparam 11 posições entre os 20 mais emprestados, respondendo as seis primeiras colocações, com Drummond na frente, com 524 empréstimos ao ano, seguido de Ana Miranda, com 480.

Foram 5.562 o total de empréstimos dos 20 primeiros da lista, de um total de 141.824 exemplares em 2015. Claro, conforme a data do vestibular vai se aproximando, aumenta-se a demanda pelos livros da lista, o que pode reverter um pouco o quadro de pouco mais de 17% nos cinco meses de 2016.

Mais números da Biblioteca – Ao todo a BBP tem mais de 306 mil títulos de obras e produtos culturais, e um total de 706 mil exemplares.

acervo

Os livros correspondem a maior parte do acervo tanto em número de títulos, com 196 mil, quanto em número de acervos, com 355 mil exemplares.

Mas há outros materiais de consulta lá também, como jornais e periódicos, com pouco mais de 3.500 títulos e mais de 300 mil exemplares, além de 1.676 título de vinis, 2.191 livros falados, 607 cartazes, 9 manuscritos e uma pele.

línguas

Das línguas estrangeiras, o espanhol é a segunda língua com maior número de títulos no acervo, com 3.922, seguido do francês, com 3.510, do inglês, com 3.100 e do polonês, com 1.951. Na lista de línguas estrangeiras, não deixaríamos de pontuar 123 livros em coreano e 12 obras em Ucraniano.

Viu, dá pra abordar mais coisas além de política e economia com a LAI – Os dados são da própria BPP, em resposta ao pedido de informação do Livre.jor. A ideia de pedir as informações surgiu numa das conversas do Livre com os alunos de jornalismo, num exercício de usar a LAI e dados públicos para subsidiar matérias que não fossem sobre política, investimento público e licitações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 4 =