Molduras podem custar até R$ 50 mil à Assembleia Legislativa do PR

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) está disposta a gastar até R$ 50 mil para comprar molduras e vidros. Quer saber o porquê? É que a Alep “concede honrarias e homenagens a pessoas físicas e jurídicas, as quais contribuíram para o desenvolvimento econômico, social e cultural do Estado do Paraná”, e para tanto “faz-se necessária a eventual aquisição de molduras e peças”. Quem diz é a própria Casa de Leis, na justificativa do edital de licitação.

No mesmo documento, a Assembleia aponta que as molduras poderão ser usadas para “zelo” do patrimônio público, uma vez que a Alep “possui um acervo patrimonial de obras de arte que, eventualmente necessitam de restauros ou substituição de peças (vidros, molduras, etc.)”. A licitação será por registro de preços, e a Assembleia não se obriga a comprar todo o material cotado.

O edital é dividido em lotes com especificação diferente conforme o  tipo de material. O lote mais caro é para adquirir dez unidades de “moldura externa levemente côncava”, com vidro antirreflexo, medindo 58 cm por 69 cm. Custo unitário estimado de R$ 271,68, logo no máximo R$ 29 mil pelo lote inteiro.

Clique aqui e confira o edital completo no site da Assembleia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 16 =