No Paraná, eleição reúne 12% de candidatos milionários

A corrida eleitoral aos cargos do executivo, do legislativo paranaense e para a o Congresso Nacional chamou a atenção de 162 candidatos milionários, que buscam uma das vagas do pleito político. O número representa pouco mais de 12% de todos os candidatos que participam das eleições neste ano. Dos quatro com maior patrimônio, três são sócios ou empresários da área de educação superior.

Isolado como primeiro da lista, o maior patrimônio declarado é do candidato ao senado, Professor Oriovisto Guimarães, do Podemos. Ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o fundador e ex-presidente do Grupo Positivo afirma ter R$ 239 milhões.

O deputado federal Nelson Padovani (PSDB), que busca vaga ao senado como suplente na chapa de Beto Richa (PSDB), é o segundo na lista de milionários nas eleições. O candidato declarou ter R$ 54 milhões como patrimônio.

O advogado e sócio da Unibrasil, Xixo (PT), é o terceiro na lista de maiores patrimônios na corrida eleitoral. O candidato ao senado como suplente da Mirian Gonçalves (PT) declarou patrimônio de R$ 48,6 milhões. Na sequência, Wilson Picler (PSL), presidente do Centro Universitário Uninter, que concorre vaga ao senado, aparece com patrimônio de R$ R$ 48,3 milhões.

Dos 162 milionários no páreo eleitoral, 31 afirmam ter patrimônio acima de R$ 5 milhões, e 131 disseram ter entre R$ 1 milhão e R$ 4,9 milhões. Na outra ponta, 27% dos mais de 1,2 mil candidatos afirmaram não ter nem um centavo como patrimônio. Na lista dos 354 candidatos sem patrimônio está o candidato ao governo, Professor Ivan (PSTU), e o candidato ao senado, Rodrigo Tomazini (Psol).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =