Prefeitura revoga ato de nomeação do Espaço Cultural Frans Krajcberg

Felipe Ggesteira - Prefeitura de João Pessoa

Em decreto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (18), o prefeito revogou os atos de criação do Espaço Cultural Frans Krajcberg. A medida parece ser a “pá de cal” no imbróglio com o artista com a área no Jardim Botânico.

Com a falta de anúncio sobre o uso futuro da área e sobre o destino das obras, o Livre.jor fez pedido de informação à Fundação Cultural e à Prefeitura sobre o espaço.

frans

Fechado desde 2010, conforme aponta o site da Prefeitura, o espaço “abrigava 110 esculturas de grande porte (palmas, árvores para cima, cipós, grandes volumes, mangue, queimadas, bolas, palitos e cascas), fotografias, vídeos e textos” do autor.

A área levava, até então, o nome do escultor, pintor, gravador, e fotógrafo polonês Frans Krajcberg, que em 2005 doou mais de uma centena de obras à Fundação Cultural. Em 2010, no entanto, o autor, que mora atualmente em Nova Viçosa, na Bahia, acusou o município de falta de cuidados e reparos no espaço e com sua obra. Krajcberg ingressou então na justiça pedido de retomada de posse das obras. A ação, que tramitou na 2ª Vara da Fazenda Pública, teve decisão favorável ao artista.

No início deste, de acordo com a Prefeitura, foi dado um “tapa no visu” no local, e foi lançado um compromisso de publicar edital para “licitar a reforma dos 2,5 mil metros quadrados, com nova iluminação e pintura da estrutura metálica”.

Antes disso, em 2010, a Fundação Cultural chegou a formalizar um contrato para elaboração de projetos de “sistema de conforto ambiental e climatização” e “projeto elétrico”, para adequar o espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =