Procuradoria-Geral do Estado terá acesso aos dados de consumidores da Copel

Pelos próximos cinco anos os dados dos clientes da Copel Distribuidora ficarão à disposição da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), que é o órgão responsável por advogar no interesse do governo do Paraná. O extrato do termo de cooperação consta na edição 9.521 do Diário Oficial de Comércio, Indústria e Serviços (DCIS), datada de 24 de agosto – reproduzido aqui na íntegra.

Isso significa dizer que a PGE terá acesso eletrônico ao cadastro de 3,379 milhões de consumidores de energia elétrica no Paraná e seus endereços residenciais, comerciais, industriais e na zona rural. Sem dúvida nenhuma são dados preciosos, mas em que auxiliarão o trabalho da Procuradoria-Geral do Estado? Perguntamos isso a eles, via pedido de acesso à informação – registro 37171/2015.

Também pedimos exemplos práticos da aplicação do uso desses dados, para não restar dúvidas sobre a intenção do termo de cooperação 51428/2015, assinado por Paulo Rosso (PGE), Valdemir Daleffe e Hemerson Pedroso (ambos da Copel).

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 5 =