Quanto custou a propaganda federal que defende a reforma da Previdência?

Qual foi o custo da propaganda da reforma da previdência? O Livre.jor e a agência Lupa* podem te dizer. R$ 59,1 milhões. Esse é o valor gasto pelo governo federal até junho com a campanha publicitária que defende a reforma da Previdência. Os dados são da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) e foram obtidos por meio do Sistema de Acesso à Informação do governo federal. Pesquisas feitas pelo governo mostram, no entanto, que o investimento pode não ter surtido o efeito esperado.

QUAL A AVALIAÇÃO DA POPULAÇÃO SOBRE A CAMPANHA?

Para saber como a população recebeu os vídeos da campanha, o governo encomendou duas pesquisas qualitativas a duas empresas. Elas foram realizadas entre fevereiro e março deste ano.  A empresa Mood Pesquisa e Estratégia avaliou a campanha com 12 grupos – quatro por praça – em São Paulo, Porto Alegre e Recife. As pessoas que participaram dessa avaliação consideram a campanha “vaga” e com informações “genéricas demais, imprecisas, superficiais e para alguns até mesmo mentirosas”. Segundo os entrevistados, a campanha fala da necessidade e da urgência da reforma, mas não traz explicações sobre “como” ela vai acontecer, o que “gera medo e desconforto”.

Uma segunda pesquisa foi realizada pelo Instituto Análise com quatro grupos de até 12 pessoas – dois em São Paulo e dois em Porto Alegre. Esses participantes perceberam a campanha como “relevante” por se tratar “de utilidade pública”. Mas, em ambas as praças, as pessoas também questionaram a falta de explicação sobre como vão ocorrer as mudanças. Em Porto Alegre, os participantes ainda disseram que o governo quer impor “uma solução (a reforma) para a população de um problema que não foi a população que criou”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + quatro =