Reativar painéis de trânsito em Curitiba pode custar R$ 3,4 milhões, estima Prefeitura

Brunno Covello/SMCS

Sem manutenção desde 2015, os 44 Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) espalhados pelas ruas de Curitiba estão inativos. De acordo com a Prefeitura, o contrato de manutenção dos equipamentos não foi renovado em 2014, e com isso “a operacionalidade dos mesmos foi afetada, seja por problemas de manutenção ou ocorrências de vandalismo e furtos dos dispositivos dos PMVS”.

Retomar o serviço e modernizar os aparelhos que estão desativados, no entanto, custará ao menos R$ 3,4 milhões aos cofres municipais. É o que estima a Prefeitura em resposta ao Pedido de Informação realizada pelo vereador Goura (PDT), por meio da Câmara Municipal.

No ofício, a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) alega ainda que além do valor para reativação, a manutenção e operação dos equipamentos custará cerca de R$ 1 milhão por ano.

Instalado em 2012, a função dos painéis é oferecer aos usuários informações instantâneas e atualizadas sobre as condições de operação do trânsito das principais vias de Curitiba. De acordo com a Prefeitura, neles “são inseridas mensagens luminosas quando existir alguma interferência no sistema viário da região nos os mesmos estão implantados, fornecendo diuturnamente as condições de tráfego e/ou interferências mais significativas aos motoristas”. Clique aqui e confira a íntegra do ofício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 18 =