Segundo pesquisa, TV ainda é o principal meio de informação dos brasileiros

O brasileiro se informa mais pela TV e de preferência na Globo. E quem consome mais? Quem tem menos escolaridade e mais idade. É o que aponta a Pesquisa Brasileira de Mídia realizada pelo Governo Federal em 2016, com o objetivo de mapear os hábitos de consumo de mídia pela população brasileira.

Em que meio de comunicação o(a) sr(a) se informa mais sobre o que acontece no Brasil? Em resposta a essa pergunta, 63% dos entrevistados indicaram a TV como principal mídia de informação. Com menos da metade da audiência vem a internet, apontada por 26% dos entrevistados.

Na resposta sobre as emissoras, 56% indicaram a Globo como a mais assistida, seguido da Record, com 12% da assistência, e com 11% o SBT. A pesquisa, de amplitude nacional, foi realizada entre 23 de março a 11 de abril de 2016 com mais de 15 mil pessoas.

Na prática, o perfil geral do consumo da mídia indica forte predominância do discurso de apenas uma emissora em grande parte da população. No entanto, conforme dados da pesquisa, o consumo se altera dependendo da renda e escolaridade.

De acordo com perfil geral do consumo, há uma inversão no papel da mídia conforme aumenta a escolaridade. Enquanto a TV foi indicada como principal meio de informação entre analfabetos (84%) e com educação fundamental incompleto (74%), a internet assume a liderança entre quem declarou ter ensino superior incompleto (54%) e superior completo (49%).

A mesma inversão foi averiguada na distribuição de faixa etária. Enquanto a internet predomina entre os públicos mais jovens, sendo a principal fonte de informação entre os públicos de 16 e 17 anos (51%) e 18 a 24 anos (50%), é a TV que assume a liderança a partir do público acima de 25 anos, se acentuando nas faixas acima de 45 anos, indicada como principal fonte de informação por mais de 70% do público.

Acesse o site da Secom e confira a íntegra da pesquisa em recortes por mídias, regionais e em muitas outras leituras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =