No Senado, fones de ouvido podem custar R$ 33 mil aos cofres públicos

O Senado Federal publicou edital para a compra de 111 fones de ouvido para uso do Legislativo. O custo pode chegar a R$ 33 mil pelo lote. Segundo o documento da licitação, os equipamentos são fundamentais para “registro, a difusão e o acompanhamento das atividades legislativas e correlatas”. Os fones serão usados pela equipe de jornalismo e nos estúdios do Senado pelos “servidores que acompanham simultaneamente as sessões plenárias”.

No lote de compra são cinco tipos de fones com preços, quantidades e especificações variadas. O mais caro é o fone de ouvido com cancelamento de ruído, que pode custar até R$ 1.086,93 cada um – e dez serão comprados pelo Senado. Na outra ponta, o mais em conta é o “fone simples”, sem controle de ruído ou de volume, ao preço unitário de até R$ 64,48 – R$ 4,1 mil pelo lote de 64 unidades.

Com preço unitário intermediário entre o mais barato e mais caro na lista, o lote com maior teto na licitação é o para a compra de 20 fones profissionais “alta qualidade (monitor de referência) para monitoração de som em estúdio”, que pode chegar a R$ 12,3 mil. Confira o edital completo no site de licitações do Senado clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 1 =