A prefeitura de Curitiba considera que a imagem de um crânio humano atravessado por uma faca e dois revólveres, utilizada em viaturas do grupo de operações especiais da Guarda Municipal, é apenas “uma forma de diferenciá-las”. A afirmação está em resposta a pedido de informações a respeito feito pelo Livre.jor, via Lei de Acesso à…