Tarifa técnica do transporte curitibano terá aumento de 12%

Maurilio Cheli/SMCS
Foto: Maurilio Cheli/SMCS (arquivo)

O valor repassado referente a tarifa técnica aos donos das empresas de transporte público de Curitiba terá aumento de 12%. A resolução com a decisão da URBS consta na publicação do Diário Oficial desta quarta-feira (30). Quem viu e colocou o Livre.jor na frente com a notícia foi o jornalista João Guilherme Frey, com repercussão na coluna Caixa Zero, do jornalista Rogério Galindo.

Com a medida da URBS, a tarifa de remuneração das concessionárias passa de R$ 3,27 – valor publicado no Diário Oficial de 15 de dezembro passado – para R$ 3,66. Além de fixar o novo valor de repasse às concessionárias, a resolução no diário oficial também apresenta a tabela de composição dos cálculos da tarifa técnica.

Peso da composição do repasse
Peso da composição do repasse

Nos cálculos da URBS os maiores pesos do cálculo da tarifa técnica são os Custos Dependentes, que são os gastos de combustível, lubrificantes e peças de manutenção, correspondendo a 22,91% da tarifa, e custeio de pessoal e encargos sociais, que ocupa 48,62%. No reajuste passado os mesmo itens correspondiam a 23,4% e 46,49%.

 tabela

O debate sobre a tarifa e o transporte coletivo é é extenso aqui no Livre.jor. No final do ano passado, o jornalista Rafael Moro Martins publicou uma série de oito textos que abordaram a evolução tarifária no sistema curitibano, o custo do transporte e outros assuntos. Clique aqui e confira as matérias da série #Tarifacuritiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =