Para a cúpula diretiva, TJ-PR compra 3 toneladas de frutas por mês

Uva, maçã argentina, melancia, manga e limão estão entre o tipos de frutas “de excelente qualidade” que serão entregues semanalmente ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJ). A licitação aberta pelo TJ prevê a aquisição de até três toneladas de frutas por mês, ao preço de até R$ 11.175,30. Ou seja, uma despesa que pode chegar a R$ 134 mil  por ano.

Pela justificativa do edital, a compra de 2,8 toneladas de frutas e mais 150 abacaxis por mês atende a “eventos autorizados pela cúpula, portanto, destina-se ao 2º Grau de Jurisdição”. O documento, contudo, não especifica se é cúpula diretiva, composta pelos desembargadores, ou pela cúpula administrativa, composta por diretores e chefes de departamentos.

As frutas, de classificação de qualidade “Extra”, pelo edital, devem ser entregues ao menos três vezes por semana, sendo “preferencialmente, oriundas do CEASA, limpas, higienizadas”. Espera-se ainda que tenham “polpa firme e intacta, coloração e tamanho uniformes”.

A quantidade a ser cotada na licitação tem por referência o histórico de consumo mensal do tribunal ao longo dos anos, visto que a licitação já vinha sendo realizada pelo órgão “para atender as demandas do TJ”. Ano passado, a mesma licitação, conforme divulgado pelo Livre.jor na Gazeta do Povo, foi publicada com teto de R$ 280 mil para entrega de até 6 toneladas de frutas por mês. Caiu pela metade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =