Uns vão, outros voltam: o “ioiô” do secretariado da Cida Borghetti

Se Beto Richa (PSDB) ainda é governador e seu secretariado se mantém intacto no Diário Oficial desta segunda-feira (9), é um sinal que Cida Borghetti ainda vai demorar um pouco para hastear a faixa “sob nova direção”. 

Ao menos dois nomes de direção da gestão Richa, exonerados na última sexta-feira (6), passaram o final de semana sem cargos mas já retomaram aos postos no atual governo. Paulo Sérgio Rosso, que tinha deixado o posto de Procurador-Geral do Estado, reassume o cargo “interinamente”.

No Paranacidade, quem assume o cargo de diretor de operações é o Albari Alves de Medeiros, ex-diretor técnico da Coordenação da Região Metropolitana de Maringá (Comem) e ex-secretário municipal de obras públicas do município.

Na Casa Militar, o nomeado é o coronel Antônio Zanatta Neto, que deixa o cargo de diretor de pessoal da Polícia Militar. Quem também muda de cadeira é o diretor-geral da Casa Civil, Wellington Otávio Dalmaz, que começa a responder pelo cargo de superintendente executivo do Paranacidade. Confira mais nomeações e exonerações no Diário Oficial clicando aqui.

Saindo dos Diários Oficiais e ingressando nas estatais, a governadora indicou o engenheiro Jonel Nazareno Iurk para assumir a presidência da Copel. A nomeação depende ainda de validação por voto no Conselho de Administração da Copel. Clique aqui e confira o ofício de indicação do novo CEO da estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =