Uso de Dados públicos é tema de oficina do Livre.jor em Salvador

Como acompanhar os diários oficiais? Como acessar dados públicos com base na Lei de Acesso à Informação (LAI)? Em quais sites posso encontrar informações sobre o uso do recurso público? Responder a essas e outras questões sobre transparência ativa e passiva será o objetivo da oficina Apuração de Dados Públicos, a ser ministrada pelo Livre.jor no I Encontro Baiano de Mídia Livre, no dia 11 de agosto.

Iniciativa da rede de mídia livre Bahia 1798, o evento será na capital baiana, entre os dias 10 e 13 de agosto, e contará com palestras e painéis sobre Mídia e Democracia na Internet, Cultura Livre e Audiovisual, Autonomia e Sustentabilidade, Revolta dos Búzios e Liberdade de Expressão e muito mais. Confira no site do Bahia 1798 a programação do evento.

Além do Livre.jor, integrantes do coletivo Jornalista Livres, da agência de fact checking Aos Fatos, da Mídia Ninja, dos portais de jornalismo alternativo Ponte, Periferia em Movimento e Repórter de Rua serão alguns dos palestrantes e facilitadores das oficinas do evento.

Sobre o Bahia1798 – com cerca de 250 iniciativas cadastradas, a rede de mídia livre Bahia 1798 busca mapear e compartilhar conteúdos que fortalecem a liberdade de expressão.

O nome é inspirado nos pasquins sediciosos que circularam nas ruas de Salvador em 12 de agosto de 1798, reivindicando temas como abolição da escravatura, proclamação da República e fim do preconceito, durante a Revolta dos Búzios.

Também conhecido como Revolta dos Alfaiates e Conjuração Baiana, o episódio, negligenciado historicamente, representa um marco na luta pela liberdade no país.

Com informações do Bahia1798.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =