Palácio Iguaçu não está pra peixe: licitação de R$ 90 mil em frutos do mar naufragou

Pra não correr o risco de ficar sem frutos do mar em 2019, a Casa Civil do governo paranaense republicou o edital para compra de até R$ 90 mil em “pescados e derivados”. Isso porque o edital anterior, cujo leilão foi realizado no último dia 10 de maio, acabou sem nenhum interessado em vender peixes e camarões para o governo. O novo certame, com republicação autorizada pelo Chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), está com as mesmas especificações anteriores.

Uma tonelada e duzentas de frutos do mar para consumo em um ano. É o que prevê o edital da Casa Civil do Paraná. A justificativa, segundo o governo, é que a aquisição atende a “necessidade de dar atendimento à demanda no que diz respeito à alimentação da Governadoria e autoridades que estejam em visita oficial ao Governo do Estado”. Não falam em ter como meta atingir níveis adequados de ômega 3, cálcio e vitaminas A, B e C no Centro Cívico.

Os preços apontados como limites pelo edital variam de R$ 35 o quilo do filé de tilápia, a R$ 95 o quilo do atum. A média de preço por quilo é de R$ 71 se for considerado o teto do edital, que será destinado à Coordenadoria do Cerimonial e Relações Internacionais da Casa Civil.

A lista de produtos prevê compra e até 60 quilos de atum, 200 quilos de salmão fresco – em filés de até 800 gramas- 250 quilos de linguado, 150 quilos de camarão médio – com casca e cabeça, 20 quilos de carne de Siri e 20 quilos de mexilhão limpo e com casca. Clique aqui e acesse a íntegra do edital no portal da transparência do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 2 =