Para conter manifestações, Senado pode gastar R$ 630 mil em alambrados

O Senado lançou edital com valor de até R$ 634 mil para locação de grades de alambrados, grade de barricada de contenção e painel metálico de fechamento de área. A justificativa da licitação, segundo o órgão, é assegurar a “manutenção da ordem” e garantir a “incolumidade física dos policiais” e dos parlamentares em futuras manifestações públicas aos arredores do Congresso Federal.

No documento de licitação, ainda como justificativa, o Senado aponta que o congresso foi palco de grandes mobilizações populares ocorridas nos últimos tempos “em virtude do atual cenário político nacional”. E que em alguns desses eventos “diversos policiais legislativos e policiais militares foram atingidos por objetos lançados por manifestantes que intentaram transpor a linha policial, com possível desígnio de invasão e depredação das dependências do Congresso Nacional”.

Os materiais a serem locados, segundo a casa legislativa, além de garantir a “incolumidade física” dos policiais e parlamentares, auxilia ainda na proteção do patrimônio físico do congresso.

O custo será apenas do Senado, que atuará como “órgão gerenciador” do contrato, com vigência de 12 meses. A licitação é de registro de preços e para eventual uso dos equipamentos. Ou seja, não torna obrigatória a contratação e gasto por parte do Senado. Além da locação, o edital prevê serviço de instalação dos equipamentos.

Segundo o edital de licitação, serão 60 mil metros de grades de alambrado, com altura de 1,1 metro por 1,5 metro de largura. O custo por metro é de R$ 8,5, e o custo máximo pelo lote é de R$ 510 mil. Outro item da licitação é um lote de 8 mil metros de painel metálico de fechamento de área, com metragem de 2,2 metros por 2,2 metros cada painel, ao preço unitário de até R$ 12. Por fim, a licitação ainda contempla a contratação de até 800 metros de grades de barricada medindo um metro por um metro, ao custo de até 28 mil o lote. Confira a integra do edital, que pode ser acessado no site do Senado clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =