Partidos devem R$ 34 milhões à Previdência; valor quase triplicou em um ano

Pulou de R$ 12,8 milhões para R$ 34 milhões o montante que os partidos políticos no Brasil devem à Previdência Social. Os dados atualizados foram obtidos pelo Livre.jor via Lei de Acesso à Informação, em pedido formulado ao Ministério da Economia, e são referentes a março de 2019. Confira aqui a tabela enviada às moscas pelo governo federal.

O maior devedor é o Partido dos Trabalhadores (PT), com R$ 19,6 milhões, seguido por Democratas (R$ 2,8 milhões), Movimento Democrático Brasileiro (R$ 1,7 milhão), Partido Trabalhista Brasileiro (R$ 1,1 milhão), Partido Comunista do Brasil (R$ 1 milhão) e Partido da Social Democracia Brasileira (R$ 1 milhão). Outras 22 legendas também têm dívidas previdenciárias, mas de valor inferior a um milhão de reais.

O dado relativo a 2018 foi publicado pela jornalista Alessandra Azevedo no Correio Braziliense. Naquela reportagem, feita quando as legendas deviam “apenas” R$ 12,8 milhões à Previdência Social, calcula-se que seria o suficiente para pagar um salário mínimo a mil brasileiros durante um ano. Aplicando o raciocínio ao dado atualizado, hoje já daria para pagar R$ 998 por mês a 2.865 cidadãos.

Dívida é maior
A dívida previdenciária é parte pequena de tudo que devem os partidos políticos à União. Segundo o governo federal, em resposta pública a outro pedido de informação, as legendas têm que pagar R$ 138,6 milhões ao governo federal. Estão computados aqui mais R$ 104 milhões em dívidas não-previdenciárias e R$ 288 mil em contribuições ao FGTS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 5 =