Quantos policiais foram mobilizados para impedir o acesso à Assembleia Legislativa?

Chico Camargo

Depois da barbaridade que foi o confronto entre manifestantes e policiais nesta quarta-feira (29), cujo número total de feridos ainda é desconhecido, queremos saber:

Quantos policiais foram mobilizados para isolar a Assembleia Legislativa do Paraná nos dias 28/4 e 29/4, cumprindo a determinação judicial de impedir acesso às galerias do órgão?

Dos policiais mobilizados, quantos são de unidades da capital e quantos são de outras cidades do Paraná? Dos que são de outros municípios, a quais unidades de policiamento pertencem? Dos que são de Curitiba, a quais unidades pertencem? Confere a informação que até policiais da unidade de patrulhamento da fronteira foram deslocados para Curitiba?

Existe estimativa de quanto custa uma operação como esta para a corporação, em termos de diárias, passagens, combustível usado nas viaturas? Se possível, favor informar o valor total e por tipo de rubrica.

Que tipo de comunicação oficial é trocada entre o comando da Polícia Militar o Governo do Estado nesses casos? Quantas convocações foram expedidas e como são registradas? Qual era a linha de comando da operação durante esses dias, do comando aos núcleos operacionais?

Essa é a íntegra do 128º dos #365pedidosdeinformação (atendimento 19143/2015) – o mais triste de todos feitos até agora, sem sombra de dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezenove =