Depois de uma pausa técnica, Livre.jor volta à carga no Twitter (perfil @livrejor, sem o “ponto”) com documentos pinçados com carinho/curiosidade/espanto de diários oficiais e de respostas a pedidos oficiais de informação. Nem tudo que apuramos vira notícia, mas é bom ter elas no seu radar do interesse público. Colecioná-las no Twitter foi a solução…