Dados divulgados nesta terça-feira (21) mostram que as polícias do Paraná mataram 264 pessoas em 2016, alta de 7% em relação a 2015, quando 247 paranaenses foram vitimados pelas forças de segurança pública. A conta, feita pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate do Crime Organizado do Ministério Público do Paraná), leva em conta informações…

Não há registros oficiais a respeito, mas tudo indica que a ocupação da praça Pedro Alexandre Brotto, no Ahú, é a mais longa da história da cidade. A praça localizada em frente a sede da Justiça Federal, onde trabalha o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato, está ocupada por manifestantes desde…

O robô Brasil WikiEdits alertou, nesta terça-feira (21), que o verbete sobre o ex-deputado e ex-ministro do Tribunal de Contas da União Humberto Souto (PPS-MG) na Wikipedia foi alterado apartir da rede de informática da Câmara dos Deputados para que se incluísse a informação de que ele “é considerado o candidato amplamente favorito nas eleições…

Uma semana após encerrado o prazo para o envio de respostas sobre a moção de repúdio ao espetáculo teatral “Pornô Gospel” aos 21 vereadores que a subscreveram ou aprovaram, recebemos nesta sexta-feira (17) a primeira, de Cristiano Santos (PV). “Seu e-mail estava [na caixa de] spam”, justificou o vereador,  sobre o atraso.

Nenhum dos 21 vereadores que assinaram ou aprovaram moção de repúdio contra o espetáculo teatral “Pornô Gospel” respondeu a e-mail enviado pelo Livre.jor em que pedimos manifestações sobre o assunto. As mensagens, individuais, foram disparadas na terça passada (7) e pediam resposta até a sexta (10), deixando claro que elas seriam publicadas em nosso portal.

Sim, é verdade: o Paraná tem um Conselho Estadual de Cadáveres. Mas, calma: não são finados os que se sentam à mesa para as reuniões. Na verdade, o grupo é formado por representantes de universidades estaduais e trata da distribuição de corpos para fins didáticos em aulas de anatomia. O site do Conselho informa que…

Quem paga tarifa para entrar em terminais e estações-tubo do sistema de transporte coletivo de Curitiba e não encontra ônibus para embarcar (por conta de greves como a desta terça-feira ou mesmo por atrasos cotidianos) tem direito a receber de volta o dinheiro pago pelo serviço não prestado, afirma o Procon-PR.