No PR, Livre.jor é a parceria da Agência Pública para passar eleições a limpo

Temos a satisfação de informar que a agência de notícias Livre.jor, projeto de jornalismo independente sediado no Paraná, será um dos parceiros regionais do Truco, o fact-checking de eleições da Agência Pública. Desde 2017 o Truco é certificado pela International Fact Checking Network, rede organizada pelo Instituto Poynter, dos Estados Unidos, que reúne os principais sites de fact-checking do mundo.

O projeto segue o código de princípios da IFCN, assumindo o compromisso de ser apartidário, transparente e de seguir uma política de correções. As moscas Rafael Moro Martins, Alexsandro Ribeiro e José Lázaro Jr., com o reforço de Camila Abrão, prometem aplicar o mesmo rigor dedicado ao Livre.jor – que nesses quatro anos de existência colocou-nos no Mapa do Jornalismo Independente do Brasil e gerou uma parceria com Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Truco nos estados
Pela terceira eleição, a Agência Pública vai cobrir a disputa fazendo checagem de falas de candidatos e boatos. Este ano, nossa cobertura vai focar nas disputas governamentais, com equipes fazendo fact-checking em 7 estados: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Pernambuco, Ceará e Pará. Serão 30 jornalistas dedicados a trazer informações sobre os candidatos ao debate público.

Além do Livre.jor, a Agência Pública fará parcerias com outras organizações locais. No Rio Grande do Sul,  a Pública terá como aliado o Filtro, site dedicado ao fact-checking. Em Pernambuco e no Pará, o Truco repete a parceria das eleições de 2016, com checagens produzidas pelos sites de jornalismo local Marco Zero Conteúdo e Outros 400.

Como acompanhar?
A partir de 13 de agosto, no site da Pública e de qualquer jornal que siga as regras de republicação do conteúdo, vocês poderão conferir nosso esforço para passar as eleições do Paraná a limpo. Podem sugerir frases e fake news sobre a eleição no Paraná para a gente analisar pelo e-mail checagem@livre.jor.br.

Está ouvindo um zumbido? Já sabe do que se trata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − treze =