Now Reading
Em 2021, Livre.jor atingiu a marca de mil notícias publicadas

Em 2021, Livre.jor atingiu a marca de mil notícias publicadas

Apesar de tudo de ruim que aconteceu em 2021, a agência Livre.jor de notícias tem algo a comemorar. As moscas atingiram a marca de 1 mil notícias publicadas no seu portal neste ano que passou, o que não é algo pequeno dentro do jornalismo independente, ainda mais por ser um trabalho que foge do serviço fácil, pegando à unha os temas difíceis, chatos e que ninguém daria bola, exceto a gente, esses insetos. Demorou uns anos, mas esse dia chegou, no meio da pandemia, com todos seus horrores, mas chegou.

A mais lida de 2021 foi a notícia com o terrível alerta da Climate Central sobre os impactos da subida do nível do mar na costa paranaense, mostrando que o aquecimento global pode desfigurar a Ilha do Mel até 2030. Depois, em segundo lugar, a mudança na política econômica do Paraná, que catapultou as desonerações fiscais para o recorde de R$ 17 bilhões. Em terceiro, quando a UFPR nos deu esperança ao predizer o fim da pandemia em Curitiba para o dia 18 de janeiro de 2022 – antes das variantes delta e ômicron bagunçarem o coreto.

Para registro, a milésima notícia publicada em Livre.jor foi o governo do Paraná reduzindo, de 50% para 15%, a lotação máxima nos templos religiosos do estado, após Silas Malafaia e Roberto Requião discutirem pelas redes sociais. Foi em janeiro do ano passado, quando um culto com o pastor foi denunciado por supostamente estar descumprindo as medidas sanitárias necessárias à conteção da covid-19.

27 mil valentes
Em termos de audiência, vocês novamente não desapontaram. Se é verdade que nunca produzimos tão pouco (apenas 41 notícias em 2021), em meio a essa turbulenta pandemia, tivemos uma queda de apenas 6% no tráfego do site – caindo de 29,5 mil leitores em 2020 para 27,4 mil em 2021. E como o tombo ficou dentro da média histórica, isso mostra os leitores assíduos que vocês se tornaram ao longo do tempo. Desses, 2.193 são especiais, por serem leitores frequentes.

No ano de 2021, ainda deu tempo de publicar duas reportagens na Elástica. Uma mostrando o crescimento das candidaturas coletivas nas eleições municipais e outra mostrando como o IBGE negligenciou a população LGBTQIA+ na preparação do próximo censo, a despeito de iniciativas pioneiras, como a do Reino Unido, para reverter a invisibilização dessas pessoas.

Quem mais trouxe leitores até a Livre.jor foram os mecanismos de busca, tipo o Google, responsáveis por 70% do tráfego. Já 20% acessaram direto, pois já conhecem o caminho da roça. Apenas 9% clicaram nos links espalhados pelas redes sociais e 1% chegou até as moscas por referências em outros sites. Ainda que pouco, fica o nosso agradecimento a todos que nos linkaram em 2021.

Foi um sucesso!
A terceira edição do Prêmio Livre.jor de Jornalismo-Mosca foi um sucesso, com 24 inscritos no Troféu Rastilho e nas categorias Profissional e Universitário. A arrecadação virtual subiu de R$ 900 para R$ 1.327, o que é um ótimo sinal para o ano que vem. Quem ganhou? Confere aqui > https://livre.jor.br/denuncia-da-proxalutamida-vence-3o-premio-de-jornalismo-mosca-trofeu-rastilho-sera-dividido/

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

dezesseis + cinco =

Desde 2014 ricocheteando no pavilhão auditivo dos poderosos.

Scroll To Top