Rumo ao fim da atual legislatura, o gasto dos deputados paranaenses com a cota parlamentar foi de R$ 60 milhões desde janeiro de 2014. Os dados são do observatório Na Conta do Deputado, mantido pelo Livre.jor com base nas atualizações do portal da transparência da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Na média, o gasto diário…

Habemus jatinho! Depois de três editais e quase cinco meses de lida, o governo do Paraná conseguiu alguém disposto a oferecer serviço de táxi aéreo. Desde novembro passado a Casa Militar vinha tentando licitar o serviço. Nas duas primeiras vezes o edital foi deserto. Quem se dispôs a prestar o serviço?  Oras, a mesma empresa…

Um telão novo para o auditório Petrônio Portella, no Senado Federal, vai custar R$ 264 mil aos cofres da Casa. Segundo o edital de licitação, o sistema de vídeo wall, composto por 25 telas, poderá mostrar o “painel de votações para atender à eventuais sessões”. O curioso é que desde 2015 não foi realizado nenhuma…

Dois anos após conseguir aprovar na Assembleia Legislativa do Paraná o projeto de lei  que “regulamentou” 45 cargos em comissão, a Cohapar (Companhia Habitacional do Paraná) volta a recorrer aos deputados estaduais para salvar seus assessores estratégicos. Pressionado novamente pelo Ministério Público do Paraná (MP), desta vez a estatal tem que aprovar as especificações dos…

O projeto da Sanepar em parceria com a Cattalini para transformar lodo e resíduos sólidos em energia elétrica pode esconder uma conta maior que a capacidade de retorno financeiro do empreendimento. Quem vê apenas o ganho ambiental com a entrada em operação da CS Bioenergia, empresa criada com participação societária da estatal paranaense, pode não…

Falta de regulamentação e amparo legal no Contran e no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Estas foram as motivações alegadas pela Prefeitura de Curitiba para a retirada das “calçadas verdes”, projeto implantado em 2016 pela gestão de Gustavo Fruet (PDT). A medida reduz as áreas de pedestres em cinco pontos da área central da Cidade….

Em seis anos, o governo paranaense gastou mais de R$ 80 milhões para “terceirizar” a fiscalização dos contratos com as concessionárias de pedágio no estado. O valor desembolsado pelo DER para a contratação de apoio desde 2012 equivale a 55% do que o órgão declarou ter usado da verba das concessionárias para fiscalização nos últimos…