Paraná diminuiu custeio da máquina e sacrificou investimentos

Pedro Ribas/ ANPR

Nos meses de janeiro e fevereiro de 2015, o governo do Paraná diminuiu seus gastos com a manutenção das atividades dos órgãos públicos. Os recursos destinados à aquisição de material de consumo, material de distribuição gratuita, passagens e despesas de locomoção, serviços de terceiros, locação de mão de obra, entre outros, diminuíram 50,64% se comparados com o primeiro bimestre do ano passado. De R$ 2.708.956.336,49 empenhados em 2014, as despesas caíram para R$ 1.337.211.119,90. Este dado está no Relatório Resumido da Execução Orçamentária, que foi publicado no Diário Oficial do Estado de 30 de março.

Entretanto, não foi só daí que o governo tirou dinheiro. As despesas de capital caíram, em termos percentuais, ainda mais: 86%. Os investimentos, que somaram R$ 86.806.782,17, em 2014, ficaram na casa de 20.800.000,00, em 2015. Além disso, de acordo com o documento, neste bimestre não foi destinado recurso para a amortização da dívida. Entretanto, como a própria publicação do governo alerta, estes números ainda não estão consolidados e podem sofrer alterações. Por isso que neste caso da dívida, é bom ficarmos com o pé atrás. O RREO também não registra despesas no campo das Transferências a Municípios. Todavia, se acessarmos o Portal da Transparência do próprio governo estadual, podemos constatar que os 399 municípios do Paraná receberam, no primeiro bimestre de 2015, um total de R$ 742.962.590,37.

Receita

Outro aspecto que dificulta uma análise geral das contas do governo é a arrecadação do IPVA. Com o aumento do imposto no final do ano passado, ele só pode ser cobrado após o prazo de 90 dias. Deste modo, o IPVA 2015 só começa a entrar nos cofres do governo a partir de abril.

O estado registrou arrecadação de ICMS superior ao primeiro bimestre de 2014. Os R$ 3.774.547.917,09 arrecadados em 2015 excedem em 9,46% o registrado no mesmo período do ano passado.

João Guilherme Frey / Livre.jor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =