Now Reading
Com covid-19, 181 trabalhadores da saúde faleceram no Paraná

Com covid-19, 181 trabalhadores da saúde faleceram no Paraná

Dos 15,4 mil trabalhadores da saúde diagnosticados com covid-19 no Paraná, 181 faleceram. Nesta lista, incorporada pela secretaria estadual ao boletim epidemiológico diário sobre a pandemia no estado, constam as mortes de 53 profissionais de enfermagem, 31 médicos, 25 trabalhadores de farmácias e 13 cuidadores de idosos.

Os mais contaminados são os profissionais de enfermagem, com 5,7 mil casos confirmados no Paraná. Considerando o total de matrículas ativas junto ao Conselho Federal de Enfermagem, seriam 110 mil trabalhadores da área em atuação no estado, logo 5,18% já foram contaminados pelo novo coronavírus. Mas o percentual deve ser maior, pois há enfermeiras e enfermeiros com dois ou mais registros ativos.

Pesquisa feita em 2010 contabilizou 52.640 profissionais de enfermagem em atividade no Paraná. Tomando este número defasado como parâmetro, teríamos que praticamente 11% desta força de trabalho já teve contato com o Sars-Cov-2. Como se vê, a dificuldade para medir o impacto da pandemia na enfermagem, por exemplo, é um desafio até para Cofen, cujo observatório sobre o problema tem números desatualizados (confira aqui).

Para comparação, considerando que o Paraná tem população estimada em 11,5 milhões de pessoas, e 520 mil pessoas contaminadas segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 4,5% do total das pessoas foi infectada pelo vírus. Os números comprovam o maior risco de contaminação a que se submetem os profissionais da saúde, colocados como prioridade no início da campanha nacional de imunização.

Desde 2014 ricocheteando no pavilhão auditivo dos poderosos.

Scroll To Top