Now Reading
Governo do Paraná gastou R$ 107 milhões em propaganda no ano da pandemia

Governo do Paraná gastou R$ 107 milhões em propaganda no ano da pandemia

Somando administração direta, indireta e estatais, o governo do Paraná gastou R$ 107,5 milhões em propaganda durante 2020, no ano da pandemia. No quesito transparência com gastos de publicidade, a página da Secretaria de Estado de Comunicação Social e Cultura (Secc) está desatualizada desde outubro do ano passado, então fizemos uma varredura no Diário Oficial do Estado para, nas edições 10.736 e 10.862, encontrar as prestações de contas da Secc. Mais da metade, aliás, foi desembolsado pela própria Seec, responsável sozinha por despesas de R$ 65,8 milhões.

Em valores atualizados, o gasto de 2020 é 43% superior ao de 2019. No primeiro ano da sua gestão, a administração Ratinho Júnior (PSD), executando orçamento elaborado por Beto Richa e Cida Borghetti, gastou “somente” R$ 71 milhões – a maior “economia” desde 2012. Mas no ano da pandemia, a despesa voltou a bater os nove dígitos, atingindo a centena de milhão. O valor engloba gastos com TV, rádio, jornais, revistas, anúncios de internet, assessoramento de redes sociais, criação de conteúdo, pesquisas e até carro de som.

GOVERNO DO PARANÁPROPAGANDA INSTITUCIONAL (R$)CORRIGIDO PELA INFLAÇÃO – IPCA (R$)
2020107.508.728,76107.508.728,76
201971.005.655,4475.066.674,79
2018105.229.215,85114.890.762,64
2017164.318.251,47186.663.545,42
2016131.674.262,18153.774.391,34
2015101.528.144,42126.853.487,21
201479.113.798,82109.203.577,14
2013110.200.000,00162.084.628,48
2012106.800.000,00166.154.463,12
20115.700.000,009.358.542,15
TOTAL983.078.056,941.211.558.801,05

Pela prestação de contas não é possível afirmar quanto do montante foi efetivamente gasto com campanhas de conscientização sobre a pandemia do novo coronavírus, pedindo para as pessoas ficarem em casa, usarem máscara, lavarem as mãos com frequência. Seria bom se a Secc se antecipasse e divulgasse o dado, né? Mas tudo bem, que a gente pode fazer um pedido via Lei de Acesso à Informação, sem problemas. Ninguém faria mal juízo do governo se todo esse montante fosse gasto assim. Ou para informar sobre a estiagem. Mas será que foi?

Por padrão de divulgação, os relatórios somam tudo que em tese há para somar (da criação à veiculação, incluindo serviços terceirizados, como os R$ 99 mil que a Unicentro gastou para contratar um “Comunicador”). Assim sendo, os cinco maiores gastadores com propaganda em 2020 foram a Seec (R$ 65,8 milhões), Sanepar (R$ 10,4 milhões), Copel (R$ 8,9 milhões), Funsaúde (R$ 5,4 milhões) e os Portos de Paranaguá e Antonina (R$ 4,7 milhões).

Por enquanto, o que dá para afirmar é que Ratinho Júnior merece pelo menos o elogio de gastar “muito menos” que a gestão de Beto Richa, que, em valores atualizados pela inflação, torrou o equivalente a R$ 186 milhões em 2017 – o recorde da década de 2010. Aliás, nos oito anos que as chapas encabeçadas pelo tucano dirigiram o Paraná, primeiro com Flávio Arns na vice, depois com Cida Borghetti, foram gastos em valores nominais R$ 804 milhões com propaganda – ou, se corrigirmos pela inflação do período, R$ 1,028 bilhão.

Publicidade legal
Para desambiguar a divulgação desses dados, é preciso ressaltar que chamamos de propaganda tudo que aparece classificado nos relatórios como “publicidade institucional”. Há, nos documentos, também as despesas com “publicidade legal”, que se refere à divulgação obrigatória em lei de atos administrativos, como avisos de licitação e intimações em processos administrativos, por exemplo. Esse valor varia pouco de ano a ano, sendo que em 2019 e 2020, respectivamente, a gestão Ratinho Júnior gastou R$ 10,9 milhões e R$ 11,4 milhões, respectivamente.

GOVERNO DO PARANÁPUBLICIDADE LEGAL (R$)PROPAGANDA INSTITUCIONAL (R$)TOTAL (R$)TOTAL CORRIGIDO PELO IPCA (R$)
202011.453.229,09107.508.728,76118.961.957,85118.961.957,85
201910.970.375,7371.005.655,4481.976.031,1786.664.478,12
201815.991.664,03105.229.215,85121.220.879,88132.350.690,11
201714.502.016,41164.318.251,47178.820.267,88203.137.660,59
201613.168.927,01131.674.262,18144.843.189,19169.153.583,16
201510.670.134,47101.528.144,42112.198.278,89140.185.197,09
201412.897.427,2979.113.798,8292.011.226,11127.006.352,60
201315,4 milhões110,2 milhões125,6 milhões184.735.293,44
201210,1 milhões106,8 milhões116,9 milhões181.867.572,46
20119,6 milhões5,7 milhões15,13 milhões29.859.135,19
TOTAL89.653.774,03760.378.056,94850.031.830,971.373.921.920,61

Tirou da onde?
Segue a origem dos dados sobre gastos estatais com publicidade legal e institucional na administração direta e indireta do Paraná: dados de 2020 obtidos nas edições 10.736 e 10.862 do Diário Oficial do Estado; dados de 2019 obtidos na página de transparência da Secretaria de Estado da Comunicação Social; dados de 2018 obtidos na página de transparência da Secretaria de Estado da Comunicação Social; dados de 2017 obtidos na página de transparência da Secretaria de Estado da Comunicação Social; dados de 2016 obtidos nas edições 9.671 e 9.898 do Diário Oficial do Estado; dados de 2015 obtidos nas edições 9.504 e 9.637 do Diário Oficial do Estado; dados de 2014 obtidos nas edições 9.197, 9.245, 9.332 e 9.407 do Diário Oficial do Estado; e dados de 2013, 2012 e 2011 obtidos via pedido oficial de informação.

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

dezessete − 5 =

Desde 2014 ricocheteando no pavilhão auditivo dos poderosos.

Scroll To Top