Now Reading
Paraná investiu 53% do previsto em 2020. E 2021 não dá sinais de melhora

Paraná investiu 53% do previsto em 2020. E 2021 não dá sinais de melhora

O governo do Paraná queria ter acabado 2020 com R$ 5,7 bilhões de investimento, mas em dezembro do ano passado só tinha empenhado R$ 3 bilhões no mês de dezembro (51%). Os números são públicos e constam no Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO), que a Secretaria da Fazenda divulga todos os bimestres [link aqui]. O problema é que 2021 não mostra recuperação por enquanto.

Quando você consulta os investimentos feitos até junho de 2021, no item despesas de capital, descobre que o governo do Paraná só consegiu empenhar R$ 1 bilhão. Isto é só 17,82% do previsto pela gestão Ratinho Júnior (PSD), conforme o mesmo documento. Se repetir esse desempenho no segundo semestre, o Estado terminará abaixo do visto em 2020. Se era para 2021 ser um ano de retomada, com o avanço da vacinação, os números ainda não refletem isso.

Nessa análise, Ratinho Júnior é vítima do seu próprio otimismo. É que em 2020, quando o orçamento do Paraná foi aprovado, a previsão era investir R$ 3,4 bilhões, só que durante o ano a Fazenda elevou a estimativa da dotação para R$ 5,7 bilhões. Se não tivesse mexido nos números, poderia se gabar de cumprir 81% dos investimentos previstos. Mas ficou nos 51%.

Em 2021, a contabilidade otimista repetiu seu feito, elevando a previsão de investimentos de R$ 3,7 bi para R$ 5,7 bi. Literalmente, o mesmo enredo do ano passado. Só que até agora, o desembolso desses recursos vai devagar. Em junho de 2020, tínhamos investido R$ 1,3 bi, acima dos R$ 1 bi de agora.

A situação fica mais crítica se você perceber que, no ano passado, R$ 858 milhões dos R$ 3 bilhões (28%) foram empenhados no final do ano. Sem isso, aquele resultado estaria ainda mais distante da promessa feita pela gestão Ratinho Júnior. É aquele velho papo: ninguém pediu, mas já que prometeu, vai ser cobrado se não cumprir.

E, se você acompanha a Livre.jor, vai lembrar que já alertamos para a forma pouco criteriosa com a qual o governo do Paraná trata a contabilidade pública. Nas Leis de Diretrizes Orçamentárias, a previsão de investimentos em 2020 e 2021 vinha abaixo dos R$ 3 bi. Depois passou desse patamar e foi quase dobrada ao longo dos anos. Só que para 2022, a gestão Ratinho Júnior dobrou essa meta para R$ 4,5 bilhões. A conferir.

Desde 2014 ricocheteando no pavilhão auditivo dos poderosos.

Scroll To Top